Pousada Kuryala

CONCEITO

Em meio à mata que margeia o Rio Araguaia, em frente a Ilha do Bananal no estado do Mato Grosso, está nosssa Pousada. Toda suspensa por palafitas, nossa estrutura é perfeita para quem busca a paz e o contato direto com a natureza, que só uma boa pesca pode dar.

Nossa paixão por peixes e pelo meio ambiente começou em 1978 e até hoje é a razão de ser de nosso espaço. Por isso recebemos com a hospitalidade e paixão, todos aqueles, que assim como nós, sabem o valor inestimável da pesca esportiva e a sua importância para manter sempre viva a emoção de uma boa fisgada.

passaro_kuryala

DEPOIMENTOS

Conheça

NOSSA HISTÓRIA

Pensando em maior comodidade para a família viajar nas férias de julho, Carlos Gaspar Ritter idealizou, projetou e construiu um barco no quintal de s ua casa em um estaleiro improvisado, com o apoio de sua esposa Salete Ritter e filhos Christian, Ingrid e Konrad então com 10, 9 e 6 anos respectivamente. Inicialmente o barco possuía 13 metros de comprimento, duas cabines, sendo uma para o casal com banheiro e a das crianças com quatro camas tipo beliche, cozinha, banheiro, sala de estar, freezers, deck com ducha, cabine de comando e área para refeições na parte superior.

Após uma viagem de um dia e meio em cima de uma carreta, maior parte em estrada de terra e pontes de madeira, chegou ao Porto de Aruanã. Foi inaugurado e batizado dia 28 de julho de 1978 o Barco Piratinga (peixe branco na língua Karajá), em meio a uma multidão de pessoas agitadas com medo que o barco não flutuasse, pois era de “ferro”. Após várias viagens e muito sucesso o Barco se tornou requisitado também por amigos e parentes que sempre queriam viajar. Surgiu então a idéia de alugar para grupos de pessoas que quisessem pescar ou mesmo só passear. A idéia deu certo e aos poucos surgi- ram até estrangeiros. Em 1985 retiraram o barco da água e aumentaram proa e popa mais 10 metros o que deu ao barco maior navegabilidade e mais

conforto, separando casa de motor da cozinha, mais duas cabines com duas camas cada e um banheiro destinado à tripulação. Quando Salete se aposentou, decidiu montar em Goiânia, uma agência de viagens voltada para o turismo ligado á natureza, e claro ao Rio Araguaia, lugar onde já havia passado vários meses ano após ano com o marido e filhos. Descobriu então que a agência não lhe dava entusiasmo e tão pouco retorno do investimento, passou comando para a sua filha e se dedicou junto ao seu marido à construção da Pousada Kuryala próximo a cidade de São Félix do Araguaia-MT, sempre com pouco capital e muita paixão.

Inicialmente com apenas 04 apartamentos bem simples e rústica. Por ali passaram gente de vários lugares do Brasil e Exterior. Hoje a Pousada Kuryala possui 14 apartamentos, lida com grupos fechados destinados à pesca esportiva e observação da natureza. O Barco Hotel fica atracado em frente a pousada quando não está alugado. Carlos Gaspar Ritter é aviador, filho de imigrantes alemães, que teve a oportunidade de conhecer o Rio Araguaia com seu pai e irmão mais velho, quando ainda era criança, remaram juntos um caiaque de fabricação alemã KLEPPER de lona, mais de 600km, acampando aqui e ali e remando de Aruanã até São Félix do Araguaia -MT. Salete Maria Pelles Ritter, empresária, ex-bancária (aposentada) grande companheira que apoiou as idéias do marido, passaram a lua de mel onde hoje é a Pousada, e se apaixonou também por esta região maravilhosa do Brasil.